Seguro Auto x Enchente

Com a chegada do outono estamos saindo da temporada de chuvas torrenciais, porém as águas de março que encerram o verão deixaram estragos severos.

Quando estamos dirigindo, presos no trânsito e somos expostos a uma situação destas uma dúvida é inevitável: será que o seguro do meu carro cobre enchente?

Via de regra o seguro total (cobertura compreensiva), aquele que cobre colisão, incêndio e roubo/furto também cobre eventos como enchente e queda de árvore ou granizo (que não deixam de ser colisões).

Entretanto existe uma situação bastante comum que pode acarretar na perda da cobertura. Recentemente um amigo comentou comigo que estava dirigindo quando começou a chover muito forte e rapidamente as ruas da região em que ele estava se encheram de água. Ele me disse que prudentemente estacionou o carro e ficou aguardando. Um “uninho” tentou passar pela rua alagada e conseguiu. Depois um HB20 se aventurou e foi embora. Neste momento ele se encheu de coragem e arriscou. O prêmio por sua coragem foi um calço hidráulico (quando o motor suga água para dentro), um grande prejuízo e um imenso transtorno.

Em geral, qualquer comportamento por parte do segurado que agrave o risco pode resultar em uma negativa de sinistro. O comportamento do meu amigo é um exemplo clássico, uma vez que ele percebeu que a rua estava alagada e mesmo assim tentou atravessar.

 

 

tristar draadloos strijkijzer skagen skw6180 battery nike blazer paris boty puma vikky ribbon s lodgy csomagtér világítás asus eee keyboard pc svart kappa dam hm bicicletas ashtonbee acer travel mate p259 core i7 7500u nike jogging enfant atletico madrid tristar draadloos strijkijzer nike jogging enfant atletico madrid castorama sacs vide d air oreillers adidas mastodon brown asus eee keyboard pc

Outras situações frequentes que acontecem nestes casos como garagens que alagam ou mesmo um carro estacionado naquela mesma rua em que meu amigo tentou passar seriam atendidos pelo seguro sem maiores problemas.

Ainda não tem seguro do seu carro? Clique aqui.

Escrito por Mauro Brustolin Iplinski, sócio da Famacor Seguros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *